Cadastro Positivo – Transparência a vista

Antecipa Fácil no jornal DCI
2019-10-21
Clique aqui
Antecipa Fácil participa de rodada de investimento
2020-01-20
Vista de São Paulo

Vista de São Paulo

A lei Cadastro Positivo aprovado pelo Senado Federal traz um ótimo sinal de modernidade e transparência para as relações comerciais no Brasil.

A história de Cadastro Positivo já vem se arrastando no país há bastante tempo. Foram várias tentativas de se aprovar a lei de compartilhamento de dados financeiros: linhas de crédito abertas e histórico de parcelas e pagamentos. Porém desta vez o mercado está diante de uma evolução significativa nesta matéria com a inclusão automática nos bancos de dados e o envio dos dados de pagamentos de serviços continuados e telefonia fixa, além dos dados do setor financeiros (hoje já obrigatório para quem fez a adesão). O mercado amadureceu, aprendeu com exemplos e já sabe que o próximo grande salto em qualidade e quantidade de crédito oferecido no país passa pelo Cadastro Positivo que vai compartilhar aos credores dados completos de empresas e pessoas que utilizam o sistema financeiro. Transparência total.

O Cadastro Positivo é uma solução da diminuição da assimetria da informação, tal como acontece em todos os mercados livres com ampla concorrência e que garantem o sigilo e uso correto dos dados. A teoria de 1970 do economista George Akerlof no conhecido “Mercado de Abacaxis” (tradução livre) já está mais do que testada em todo o mundo. São raros os países que ainda não passaram para o compartilhamento de dados financeiros positivos.

O mercado está competitivo e ávido por dados para melhorar decisões de crédito para conseguir crescer as carteiras de crédito. Desde 2013 o saldo das carteiras de crédito sobre o PIB está por volta de 50%, com o início da utilização de Cadastro Positivo a projeção é que este fique entre 70% e 80%. O risco de calote deverá cair e como consequência o custo do crédito também caia.

É uma falácia dizer que eu primeira consequência do compartilhamento de dados dos bons pagadores é o aumento de crédito ou a baixa do juros. A primeira consequência é o aumento da competitividade, e isso é o que levará mais crédito para mais empresas e a um menor custo. Outro efeito colateral é a agilidade na análise de crédito.

As fintechs e uso do big data estão aí demonstrando que a concorrência é o que vai abaixar os juros e aumentar a oferta de crédito. Mais dados e de melhor qualidade nas mãos destas empresas que já trabalham com muito mais transparência será a fórmula de destravar o crédito no Brasil.

O impacto do Cadastro Positivo para as pequenas e médias empresas será fundamental para que elas fiquem mais competitivas. Hoje as PME tem uma análise de crédito superficial baseado apenas nas informações disponíveis ou seja só se sabe quando uma empresa deixa de fazer algum pagamento e ela é protestada/negativada. Só se tem visibilidade do que é ruim, do que é negativo, quando se tem algum problema. Os credores não conseguem medir a real capacidade de pagamento para disponibilizar uma linha de crédito. O Cadastro Positivo vai permitir pontuar se algum atraso é de pequeno, médio ou grande relevância no contexto de um empresa.

Muito se fala sobre a inclusão automática no Cadastro Positivo. Acredito não ser um problema para quem quer se esconder e não mostrar a sua real situação e caráter, o direito de não reportar suas informações está garantido. Mas, numa época onde exigimos transparência máxima dos nossos governantes e instituições, também não podemos ter o que esconder.

As boas empresas, que são a maioria, devem aprender a utilizar o Cadastro Positivo da melhor forma. Elas devem ser assertivas na hora de contratar os seus créditos e fazer os seus pagamentos em dia. Ter uma gestão financeira profissional trará ainda mais vantagens.

Todas as empresas de alguma forma também são credoras de outras empresas ou pessoas (no caso de venda à prazo). E elas também poderão utilizar dados do Cadastro Positivo em suas vendas para serem mais eficientes. Suas cobranças serão mais eficazes e isso trará um ciclo virtuoso de desenvolvimento crescimento de negócios bem geridos. A transparência nos negócios será excelente para credores e tomadores.

 

Thiago Critter Chiliatto
CEO  Antecipa Fácil

 

Os comentários estão encerrados.

ENTRAR