Saiba o que é protesto e como limpar seu nome no cartório

SRC: entenda o que é e como funciona
2018-10-29
Como abrir uma factoring
2018-11-07

O que é protesto em cartório? Essa talvez seja sua dúvida, inclusive você até pode conhecer alguém que teve o nome protestado ou está passando por essa situação.

O protesto está ligado a um valor de pagamento que você deve para alguém, geralmente uma empresa, e que precisará ser quitado.

Para ajudar você a entender melhor, aqui irá encontrar informações sobre o que é protesto em cartório e o que fazer nos casos em que seu nome é protestado.

O que é protesto?

O protesto em cartório está ligado ao não pagamento de uma dívida. Fonte: e-auditoria.com.br

Você talvez se pergunte o que é protesto em cartório. A explicação é bastante simples. Envolve o registro de um título (documento de dívida) feito por uma empresa contra determinada pessoa devido ao não pagamento. Notas promissórias, contratos, cheques, boletos e duplicatas podem ser protestados em cartório e o devedor passa a ficar com o nome sujo.

Por exemplo, se você tem uma dívida de cartão de crédito (um ou mais boletos que não foram pagos) e ela não é renegociada ou paga dentro de um determinado prazo, a empresa responsável pelo cartão pode colocar seu nome em protesto antes de entrar em contato com a Serasa ou o SPC para repassar seus dados.

Enquanto acontece apenas o protesto em cartório, você ainda não é visto como mau pagador. É apenas uma sinalização de que há valores pendentes com determinada empresa que devem ser pagos imediatamente.

O que fazer se seu nome for protestado?

Ao receber uma carta alegando que seu nome foi protestado você deve buscar descobrir quem foi o credor que realizou o protesto. Para isso, é indicado solicitar uma certidão, que irá informar o nome da empresa autora da ação.

Vá ao cartório de protestos em que foi realizada a ação e solicite a certidão. Se não souber onde foi, é possível consultar as informações em uma agência da Serasa ou do SPC. No cartório, é preciso ter em mãos CPF e RG, já para consulta no Serasa ou SPC apenas o CPF é suficiente.

Após descobrir quem é seu credor você deve quitar a dívida, pois só assim será possível limpar o seu nome e retirar o protesto. Assim que o valor for pago, a empresa que protestou seu nome deverá lhe entregar um documento confirmando a quitação da dívida.

O que fazer se:

Não conseguir entrar em contato com a empresa

Caso você tenha dados muito antigos da empresa que realizou o protesto, faça uma pesquisa na internet com o nome do credor e a palavra “telefone”. Você pode até mesmo digitar o CNPJ, que deve estar descrito na carta que você recebeu informando sobre seu nome ter sido protestado.

Se encontrar, anote todos os dados e tente contato. Caso não existam informações atualizadas na internet, vá até a Junta Comercial da sua cidade e solicite os dados por lá. É possível ter acesso até mesmo a endereços e telefones pessoais dos sócios, o que pode facilitar no contato para quitar a dívida.

A empresa fechou

Quando a empresa que realizou o protesto encerrou suas atividades será necessário fazer uma consulta diretamente com a Junta Comercial do município em que você reside (ou onde foi feito o protesto). Você terá acesso aos dados dos antigos proprietários.

Assim, será possível tentar contato para resolver a dívida diretamente com eles. De qualquer forma, deverá ser fornecido documento comprovando que o valor devido foi pago.

Meu nome foi protestado em outro município

Se você tiver tempo e disponibilidade pode se deslocar até o município em que foi feito o protesto para pedir a certidão. Mas isso não é obrigatório.

Procure por um cartório que envie certidão de protesto pelo correio. Assim você recebe o documento diretamente em sua casa e pode quitar a dívida, já que terá os dados do credor em mãos.

Não conseguir localizar o credo

Mesmo após consulta na internet ou na Junta Comercial de sua cidade não foi possível encontrar o credor. O que fazer? A situação é um pouco mais complexa, pois será necessário contar com um advogado.

Seu advogado pedirá uma autorização para pagamento da dívida em juízo. Após isso, o juiz é quem emite um documento comprovando que você não deve mais nada e seu nome deve ser retirado do protesto em cartório.

Como eu fico sabendo que meu nome foi protestado?

Toda pessoa que teve o nome protestado em cartório recebe uma carta avisando sobre essa situação. Fonte: portaldarmc.com.br

Quando alguém tem seu nome protestado em cartório, é enviada uma carta registrada pelo cartório de protestos no dia seguinte a queixa ter sido protocolada. Essa é a única forma em que você fica sabendo que seu nome foi a protesto. Não há envio de e-mail ou ligação telefônica.

Quais dívidas que podem ser protestadas?

Qualquer tipo de dívida que esteja pendente junto a um credor pode ser protestada em cartório. Desde boletos de pagamento, carnês, cheques sem fundo, notas promissórias, contratos, duplicatas e até mesmo notas promissórias.

No caso de boletos e carnês o mais comum é que a empresa coloque seu nome na Serasa ou no SPC, mas nada impede que esta realize o protesto em cartório se achar necessário. De qualquer forma, uma dívida protestada não paga também acaba fazendo com que o devedor termine com seus dados no SPC ou Serasa.

O que acontece se você não pagar o protesto?

Após a realização do protesto em cartório, há um prazo (de três dias úteis) para que você compareça ao cartório de protestos e quite a dívida ou informe porque não realizará o pagamento.

Quando enviada resposta ao protesto, isso não significa que ele será retirado e caberá ao credor aceitar ou não seus motivos para não quitar a dívida.

Quando o protesto segue e não há pagamento, o cartório entrará em contato com a Serasa e seus dados serão repassados para seu banco de dados, disponível para consulta para todas as empresas. Ali fica registrado que você tem uma dívida não paga com determinado credor e isso diminui suas chances de conseguir cartões de crédito ou empréstimos.

Agora que você entende melhor o que é protesto em cartório e sabe que se trata de uma situação diferente de ter o nome e CPF na Serasa ou SPC, fique atento ao receber um título de protesto em casa, procurando se informar e quitar a dívida o quanto antes.

Se você achou esse artigo interessante e quer ajudar outras pessoas que também possam ter dúvidas a respeito deste tema, compartilhe o nosso post em suas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENTRAR