O empréstimo empresarial: como novos empréstimos podem ser evitados

Venda de duplicatas em factoring: é legal?
2018-06-18
Necessidade de capital de giro: saiba o significado e como calcular
2018-07-20

Sabe-se que iniciar empréstimos já tendo outros pode ser algo prejudicial para a sua empresa. Muitas vezes, um caminho sem volta e um emaranhado de dívidas. Quando o aperto chega, normalmente recorre-se ao um empréstimo empresarial.

A maior parte dos bancos disponibiliza uma linha de crédito específica para o financiamento de empresas. Muitas vezes, até com juros moderados, variando de empresa para empresa.

Porém, é possível não depender apenas dos bancos para o seu empréstimo empresarial. A antecipação dos recebíveis é uma ótima alternativa para levantar o dinheiro necessário para a sua empresa em um momento de crise. O interessante é saber como essas duas modalidades funcionam e ver qual serve melhor as necessidades do seu negócio.

Atente-se para que os prazos de pagamento e recebimento da sua empresa estejam equilibrados.

 

Como funciona um empréstimo bancário?

O empréstimo bancário é um contrato feito entre alguém e uma instituição financeira, onde a pessoa recebe uma determinada quantia que precisa ser devolvida em um prazo acordado. Na maioria das vezes, com juros e taxas administrativas e outros encargos. Quando se trata de empresas, chama-se de financiamento de capital de giro.

Nesse casso, a empresa consegue o dinheiro que precisa e alavanca os seus negócios. Porém, o prazo para que o dinheiro seja devolvido precisa ser respeitado. Geralmente, é possível diminuir os juros no imposto de renda. Quanto mais longo for o prazo para pagar o empréstimo empresarial, maiores serão os juros. Lembrando que, se a empresa já for cliente do banco, pode existir algumas vantagens. Vale a pena se informar.

 

Como funciona a antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis (duplicatas e cheques) pode ser usado pelas empresas para obter capital de giro. Trata-se de um adiantamento de valores que serão recebidos, ou seja, a instituição financeira antecipa o pagamento de clientes para a empresa. Esse valor é descontado por meio de duplicatas e/ou cheques.

No entanto, a empresa não consegue receber o valor total da duplicata, por conta dos encargos bancários. As taxas que são deduzidas desse empréstimo empresarial são:

  • Imposto sobre operações financeiras (IOF): reflete sobre o valor nominal da duplicata;
  • Taxa de desconto: juros do mês até o dia do vencimento da duplicata;
  • Taxa administrativa: despesas bancárias;
  • Controle de crédito

 

Se o cliente não pagar o valor do empréstimo empresarial, a instituição financeira cobra da empresa.

 

Por que optar por um ou outro?

Alguns esclarecimentos são importantes na hora de optar por qualquer uma das duas modalidades: empréstimo bancário ou antecipação de recebíveis.

  • Com a antecipação de recebíveis, o prazo de negociação, na maioria das vezes, é muito menor, em comparação com o banco;
  • Outra vantagem da antecipação de recebíveis é que a sua empresa estará crescendo com o dinheiro que é dela por direito, fruto de suas vendas;
  • Mesmo que o cliente não pague o valor da duplicata e a sua empresa tenha que assumir a dívida, o valor sai mais em conta do que um empréstimo empresarial;
  • A antecipação de recebíveis pode ser a melhor solução para as empresas que desejam crescer ou que estão em crise financeira, mas que não dispõem de recursos suficientes;
  • Vale mais a pena perder um pouco de dinheiro com as duplicatas do que pagar um valor até três vezes mais alto a um banco.

Antes de escolher entre o empréstimo bancário ou antecipação de recebíveis, é preciso colocar na balança os ônus e bônus de cada um. Analisá-los e optar pelo que trará mais benefícios para a sua empresa e que ajudará em um período delicado.

Independentemente de qual for a melhor escolha para a sua empresa, não dependa sempre dessas alternativas para que o seu negócio continue alavancando. Qualquer umas das opções são medidas de urgência para auxiliar a sua empresa. Além disso, prefira a antecipação de recebíveis para diminuir os pedidos por empréstimos bancários.

Compartilhe conosco qual dessas modalidades a sua empresa utiliza mais e se ajudou em um momento de crise financeira! Continue acompanhando nossas publicações para conhecer outras formas de aprimorar a saúde financeira do seu negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENTRAR