Empréstimo para pessoa jurídica: o que é e como conseguir?

Fluxo de caixa: entenda o que é e qual a sua importância
2018-08-01
Gestão financeira: entenda o que é, qual sua importância e como melhorar
2018-08-01

Há grandes diferenças entre empréstimo para pessoa jurídica e pessoa física. Conhecido como crédito pessoal, o empréstimo para pessoa física é oferecido por bancos para auxiliar no pagamento de dívidas ou qualquer finalidade que o solicitante precisar. Já o empréstimo para pessoa jurídica está relacionado a empresas e microempreendedores.

O que é um empréstimo para pessoa jurídica?

O empresário pode buscar investimentos através de empréstimo para pessoa jurídica.

Os empresários podem recorrer ao empréstimo para pessoa jurídica para obtenção de maiores lucros. É uma linha de crédito contratada que, após certo período, deverá ser devolvida com juros.

Como conseguir?

Fique atento para a documentação necessária.

Para conseguir o empréstimo, a pessoa jurídica deve possuir uma conta no banco que irá solicitar o crédito. São exigidos documentos que podem variar de acordo com a instituição financeira. É necessário apresentar um planejamento sobre como será feito o investimento para que o banco possa avaliar o empréstimo.

Quais são os tipos de crédito para pessoas jurídicas?

O empréstimo para pessoa jurídica pode variar de acordo com a necessidade.

Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP)

Podendo chegar a uma linha de até R$ 10 milhões, o empréstimo é uma iniciativa do Governo Federal destinada a empresas de serviços tecnológicos. O objetivo é financiar projetos que visam ao desenvolvimento de inovações em produtos e serviços.

Microcrédito

Oferecido pelos bancos para investir no seu próprio negócio, ou seja, obtenção de lucro e crescimento mais rápido.

Cartão BNDES

Cartão de crédito para micro, pequenos e médios empresários que têm até R$ 90 milhões em faturamento bruto anual.

Refinanciamento

Uma forma de utilizar um bem próprio como garantia no empréstimo, como, por exemplo, um imóvel ou veículo.

Crédito rotativo

Um empréstimo de emergência para não acumular dívidas. O consumidor paga o valor mínimo da fatura enquanto o restante será o valor do empréstimo, que deverá ser pago no mês seguinte.

Documentos exigidos

A documentação é essencial para requisitar o empréstimo.

As instituições financeiras costumam ser bem exigentes quanto às documentações requisitadas. É necessário ter uma garantia de que o dinheiro será utilizado para fins lucrativos para que nenhuma parte saia prejudicada. Veja aqui quais são os principais documentos.

Plano de negócios

É o planejamento do investimento que explicará onde a pessoa jurídica irá investir o dinheiro. Assim, o banco poderá avaliar a viabilidade do projeto.

Balancete analítico

São os dados do fluxo de caixa da empresa. Informam para o banco a situação financeira atual da pessoa jurídica.

Contrato social

Documento em que constam informações da empresa, como tipo de serviço, natureza do negócio, tempo no mercado, capital inicial e o local de registro.

Balanço patrimonial

Relatório contábil que indica os bens, os direitos e as obrigações da empresa.

Atenção: os documentos podem mudar de acordo com a instituição financeira escolhida e podem ser solicitados mais documentos além dos citados.

O empréstimo para pessoa jurídica, apesar de burocrático, torna-se mais fácil de ser realizado quando tem seus processos explicados. Saiba mais sobre o mercado financeiro em nosso blog. Tire todas as suas dúvidas em nossos artigos exclusivos e atuais. E se você gostou deste texto, comente e compartilhe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENTRAR