Certidões Negativas de Débitos: tudo o que você precisa saber

Direitos creditórios e pessoais: definição e funções
2018-10-22
CCS: saiba o que é e sua finalidade
2018-10-29

O que é a CND?

Você já ouviu falar em uma certidão negativa de débito? Sabe qual a sua finalidade e em quais momentos poderá ser obrigatória a sua apresentação?

Certidão negativa de débito ou apenas CND é um documento emitido por um órgão do governo e que indica a ausência de pendências processuais, financeiras ou fiscais por parte da pessoa física ou pessoa jurídica.

Esse é um documento bastante presente não apenas no cotidiano de empresários, como de pessoas físicas que desejam obter um imóvel e precisam ter certeza de que não recaem dívidas sobre o mesmo.

Esse é um documento bastante presente não apenas no cotidiano de empresários, como de pessoas físicas que desejam obter um imóvel e precisam ter certeza de que não recaem dívidas sobre o mesmoFonte: Google

Assim, se você obtém uma certidão negativa de débito em nome próprio (Cadastro de Pessoas Físicas – CPF) ou da sua empresa (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas – CNPJ), significa que a sua situação está regular e que não há quaisquer pendências a serem resolvidas.

A certidão negativa de débito também poderá comprovar a regularidade não apenas do CPF ou CNPJ do solicitante, como até mesmo de bens, a exemplo de imóveis ou veículos.

Por outro lado, para as pessoas físicas ou jurídicas que possuam pendências, não será possível a obtenção do documento até que a dívida seja paga e a situação, regularizada.

Imagine, por exemplo, que a sua empresa precise de um empréstimo. Esse é um momento em que poderá ser solicitada a CND, a fim de comprovar a sua regularidade e ausência de dívidas.

A depender do caso, a CND poderá ser solicitada sem sair de casa e com a ajuda da internet. Mas, quando o serviço on-line não for possível, a única opção será comparecer ao órgão e solicitar a emissão do documento.

Como era de se esperar, na primeira opção, em que a CND é obtida via internet, o processo será mais simples, pois, na possibilidade de ser exigido comparecer até o local, talvez seja preciso retornar mais vezes para a retirada da certidão, obtenção de novas informações, etc.

As certidões podem ser classificadas em três tipos: CND, CP ou CPEN.

CND

Como dito acima, a CND equivale ao documento que demonstra a inexistência de pendências processuais ou fiscais quanto à pessoa física, pessoa jurídica e seus respectivos bens.

CP

Já a CP ou Certidão Positiva é emitida quando verificada a existência de dívidas com órgãos públicos, mas essas dívidas não se enquadrem nas condições da CPEN.

CPEN

E, por último, há a CPEN ou Certidão Positiva de Débitos com Efeito de Negativa. Esse documento é emitido quando existem dívidas com órgãos públicos, mas essas estão temporariamente suspensas ou garantidas através de penhora judicial.

Como funcionam?

Se você já tem certeza de que a situação do seu nome ou da sua empresa está regular, qual seria então a necessidade de ter o trabalho de emitir uma certidão negativa de débito?

Esse é o documento oficial para comprovar sua regularidade financeira e processual, possuindo valor hierárquico superior àquelas consultas realizadas perante órgãos de restrição de crédito como o SPC ou SERASA.

A certidão negativa de crédito é ainda mais completa do que as consultas do SPC ou SERASA,  não apenas em relação às questões financeiras, como também processuais, nos âmbitos cível, criminal, estadual ou federal.

Por que devo solicitar?

Financiamentos, saídas do país, auditoria, compra e venda de imóveis e veículos, espólios, participação de processos licitatórios. Esses são alguns dos motivos que poderão suscitar a emissão de uma certidão negativa de débito.

Além de ser necessária na hora de solicitar um empréstimo, existem outras razões que podem levar à emissão da CND

Além de ser necessária na hora de solicitar um empréstimo, existem outras razões que podem levar à emissão da CNDFonte: Google

Quando você está iniciando sua jornada como empreendedor e decide adquirir uma empresa preexistente, valer-se de uma CND é uma ótima forma de verificar se esse é mesmo um negócio seguro, livre de pendências processuais e fiscais.

O documento também poderá ser solicitado quando você for fazer algum pedido com fornecedores da sua empresa, principalmente em se tratando de novo fornecedor, que não conhece o seu empreendimento e poderá solicitá-la como forma de garantir uma segurança a mais na contratação.

Nesses casos, embora a emissão do documento seja meramente facultativa, o fornecedor poderá deixar de fechar negócio caso você opte por não o disponibilizar.

Esses são alguns dos motivos para tirar uma CND. Para descobrir outro importante momento em que poderá ser exigida, confira a análise feita no tópico seguinte.

Licitações

Para contratar com o Poder Público, é obrigatória a participação de processos licitatórios.

Isso porque ante a utilização do dinheiro público e a presença do interesse da população, faz-se necessária a escolha da melhor proposta possível, tanto no que se refere ao valor do produto ou serviço quanto à qualidade do mesmo.

Assim, quando uma empresa tem por objetivo manter contratos com o Poder Público, a certidão negativa de débito se torna cada vez mais presente no seu cotidiano.

Em razão da exigência legal, diversos tipos de certidões negativas de débito poderão ser solicitados quando determinada empresa deseja participar de procedimento licitatório

Em razão da exigência legal, diversos tipos de certidões negativas de débito poderão ser solicitados quando determinada empresa deseja participar de procedimento licitatórioFonte: Google

Segundo os artigos 27 a 33 da Lei 8.666/93, entre os documentos exigidos daqueles que têm o objetivo de fornecer bens e serviços para o Poder Público, encontra-se a certidão negativa de débito.

São exigidas pela legislação a apresentação da CND conjunta da Receita Federal e Procuradoria Geral da União, a CND estadual e municipal, a CND INSS (que é aquela da Previdência Social) e, ainda, a CND FGTS (referente à Caixa Econômica Federal).

Assim, no momento de participar de licitações com o governo, a apresentação de alguns tipos de CND poderá ser crucial.

Modelos de Certidões Negativas de Débito

Veja a seguir como funcionam e como obter alguns dos principais modelos de certidões negativas de débito.

Enquanto algumas certidões têm a sua obtenção facilitada pela internet, outras exigem que o solicitante compareça pessoalmente ao órgão competente para emiti-la

Enquanto algumas certidões têm a sua obtenção facilitada pela internet, outras exigem que o solicitante compareça pessoalmente ao órgão competente para emiti-la Fonte: Google

Certidão Negativa de Débito Estadual

Quando o contribuinte estiver em dia com os créditos tributários estaduais referentes à Secretaria Estadual da Fazenda, a CND Estadual poderá ser emitida.

Por ser estadual, o procedimento de emissão, bem como a nomenclatura do documento, poderá variar de acordo com a unidade da federação. Por outro lado, o conteúdo constante será o mesmo, e esses documentos também poderão ser utilizados com a mesma finalidade, independentemente de qual for o Estado emissor.

Cada CND possui seu próprio prazo de validade e, no caso das estaduais, o prazo máximo será de 60 dias.

Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas

O próximo exemplo de certidão negativa de débito é aquele referente às obrigações trabalhistas da sua empresa.

Nesse sentido, é dever da Justiça do Trabalho garantir uma relação saudável entre empregador e empregado e, quando isso não se verifica na prática, a única saída é a instauração de ações judiciais por parte daqueles que sentiram seus direitos lesados.

Assim, a CND trabalhista somente poderá ser emitida quando não forem verificadas quaisquer pendências na esfera trabalhista. Ou seja, quando não houver descumprimentos referentes a acordos trabalhistas ou mesmo decisões condenatórias de processos transitados em julgado (processos que chegaram ao seu final).

Isso ocorrerá, por exemplo, quando for iniciado um processo a fim de serem pagos salários atrasados. Nesse caso, não será possível a emissão da certidão negativa de débitos trabalhistas da sua empresa, ante a irregularidade pendente de solução.

Esse é um dos documentos exigidos dos empresários que buscam oferecer produtos ou serviços para o governo, ou seja, que desejam participar do processo licitatório. Essa exigência em torno da CND trabalhista teve início no ano de 2011, regulada pela lei 12.440.

A CND trabalhista também poderá ser solicitada quando da compra ou venda de um imóvel.

Por que isso acontece? O crédito trabalhista é de natureza alimentar e, por isso, ele possui algumas prioridades de pagamento, de modo que a venda de um imóvel poderá não ser permitida quando, em ação trabalhista, houve bloqueio dos bens da sua empresa.

Dessa forma, para que o comprador tenha a segurança de que o imóvel que está sendo adquirido está livre de pendências na seara trabalhista, ele poderá solicitar a apresentação do  documento.

Facilitando a sua obtenção, a CND trabalhista poderá ser emitida via internet, sendo o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) o órgão emissor. Para isso, basta o acesso ao site do Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Certidão Negativa de Tributos Mobiliários e Imobiliários

A Certidão Negativa de Tributos Mobiliários e Imobiliários trata-se de um documento municipal e comprova a regularidade no que diz respeito aos Impostos cobrados de competência do município.

Há uma diferença entre a certidão negativa de tributos mobiliários e imobiliários, pois enquanto a primeira comprova a regularidade do pagamento dos Impostos Sobre Serviços (ISS) e das taxas relacionadas à prestação de serviços, a segunda se refere ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e às tarifas imobiliárias.

Taxas de asfalto, de conservação e coleta de lixo são alguns exemplos de tarifas imobiliárias que poderão constar em uma certidão negativa de tributos imobiliários que esteja irregular. Como se percebe, essas são tarifas diretamente relacionadas com questões do município em que se encontra localizado o imóvel.

A certidão negativa de tributos mobiliários poderá ser ou não emitida por meio da internet, a depender do município. A dica é tentar, primeiro, encaminhar um e-mail e, não sendo possível a sua obtenção on-line, comparecer ao local devido, isto é, a prefeitura da cidade, para a sua solicitação e retirada.

Quanto à certidão negativa de tributos imobiliários, você poderá obtê-la no Cartório de Registro de Imóveis, no município onde o imóvel está registrado.

Há ainda a certidão negativa de tributos específica para imóveis rurais, que poderá ser obtida virtualmente, a partir de uma busca no site da Receita Federal.

Essa facilidade no momento de emiti-la decorre do fato de essa certidão comprovar a regularidade quanto a um imposto federal, o ITR (Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural).

Certificado de regularidade do FGTS

Tratando-se da seara trabalhista, além da certidão negativa de débitos trabalhistas, também é exigido o certificado de regularidade do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Se a sua empresa não possui pendências referentes às contribuições para o FGTS dos seus trabalhadores, esse documento, assim como a certidão negativa de débitos trabalhistas, também poderá ser emitido on-line, por meio do site da Caixa Econômica Federal.

Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União

A certidão negativa relativa aos Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União será emitida pela Receita Federal, de modo que, ao acessar o site, o contribuinte deverá informar apenas o número do CNPJ para obtê-la.

Como a própria nomenclatura anuncia, esse documento será emitido para demonstrar regularidade quanto ao pagamento de créditos tributários federais e quanto à Dívida Ativa da União.

A sua validade será de 180 dias, a contar da data que for emitida.

Certidão Negativa de Débito Municipal;

Existe também a Certidão Negativa de Débito Municipal, àqual cabe demonstrar a inexistência de débitos com a Fazenda Municipal, bem como inscrição na Dívida Ativa.

Certidão Negativa de INSS

Desde 2014, a certidão negativa de INSS deixou de existir, haja vista que essas informações passaram a ser constantes de outra certidão,  a de Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União.

Anteriormente, a certidão negativa de INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) era responsável por comprovar a regularidade do solicitante quanto às contribuições previdenciárias.

Estamos chegando ao final deste artigo e agora você já conhece os principais tipos de certidões negativas de débito, bem como as suas particularidades e formas de emissão.

Não há dúvidas de que esse é um conteúdo bastante denso, porém de extrema importância para o seu negócio. Ficou com alguma questão por esclarecer sobre alguma das certidões ou certificados aqui mencionados? Não perca tempo e deixe aqui o seu comentário. Responderemos o mais brevemente possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ENTRAR